Backup dos dados de seu celular: mande tudo para a nuvem

2009/07/27 — 1 Comentário

No último dia 20 de julho, o caderno Digital do jornal O Globo publicou uma interessante reportagem sobre como fazer o backup dos dados de celulares usando os aplicativos fornecidos pelos fabricantes e alguns serviços disponibilizados pelas das operadoras.

Logo após a publicação do artigo, algumas pessoas me procuraram para perguntar qual das opções apresentadas eu uso para fazer a cópia dos dados de meus smartphones e resolvi detalhar como faço aqui no blog. Durante muitos anos cheguei a usar os programas de backup oferecidos pelos fabricantes, mas eu os abandonei há muito tempo. Hoje, prefiro usar os serviços de sincronização de dados online e já comentei sobre alguns deles no meu artigo sobre computação em nuvem. Como normalmente uso três plataformas diferentes, acabo por usar três serviços distintos. Apesar de ser mais trabalhoso do que optar por apenas um serviço multiplataforma, o armazenamento dos dados em locais diferentes aumenta consideravelmente a eficiência do backup.

O serviço que uso há mais tempo é o MobileMe. Na época em que era conhecido como .Mac, eu o usava para sincronizar meus dados entre meus Macs e a web. Através do iSync, os mesmos dados podiam ser sincronizados com todos os meus celulares. Com a chegada do iPhone, o serviço evoluiu bastante, mudando de nome e oferecendo novos recursos.

Mas, apesar de funcionar muito bem com o iPhone, o MobileMe não é compatível com outras plataformas. É aí que entra o GoogleSync, que me permite sincronizar o Blackberry e também alguns smartphones Symbian.

Finalmente, resolvi começar a testar o Nokia Ovi, portal de serviços da Nokia que se integra muito bem com os smartphones da empresa e, assim, vou aproveitar para falar um pouco sobre ele. Vejamos então como eu uso cada um…

MobileMe

Tela inicial do MobileMe

Tela inicial do MobileMe

Para os usuários do iPhone, o MobileMe é a opção mais prática para manter uma cópia online das informações de contatos e calendários. Graças ao serviço, os dados não precisam passar pelo iTunes, todo o processo é executado em tempo real cada vez que uma informação é alterada no smartphone, no computador ou no próprio site. Para tanto, só é preciso habilitar a função push disponível no aparelho.

Contatos sincronizados no MobileMe

Contatos sincronizados no MobileMe

Por ser um serviço oferecido pela própria Apple, não há perda de nenhum tipo de informação. Todos os campos preenchidos para cada contato no catálogo de endereços do Mac, por exemplo, são apresentados da mesma forma na página online e são integralmente transferidos para o iPhone, incluindo anotações e imagens. O serviço é tão transparente que, uma vez configurado e habilitado, dispensa qualquer tipo de ação do usuário.

Visualização semanal do calendário online do MobileMe

Visualização semanal do calendário online do MobileMe

Todas as informações armazenadas nos diferentes calendários do computador do usuário também são mantidas durante a sincronização, incluindo as diferentes categorias que podem ser criadas. Até mesmo o esquema de cores definido pelo usuário no seu computador é exportado para o iPhone.

Acesso ao iDisk no QuickOffice para iPhone

Acesso ao iDisk no QuickOffice para iPhone

Além de contatos e calendários, o MobileMe oferece outros recursos, alguns irrelevantes para o iPhone (como backup de configurações dos aplicativos instalados no Mac, por exemplo), outros importantes, mas que fogem ao escopo deste artigo (como o sistema de push email). Entretanto, seu disco virtual também pode ser sincronizado em tempo real com o computador do usuário e os documentos nele armazenados podem ser acessados por determinados aplicativos instalados no iPhone, como é o caso do QuickOffice, aplicativo que permite a edição e visualização de documentos no padrão Microsoft Office.

Através do aplicativo, o usuário pode facilmente editar um documento Word ou Excel em seu smartphone e, ao retornar para sua casa ou escritório, verá o documento já atualizado em seu computador. Se seus equipamentos estiverem configurados para sincronização automática, todo o processo é realizado sem a sua intervenção.

O MobileMe é sem dúvida uma das soluções mais completas disponíveis para backup de dados de um smartphone. Sua facilidade de uso o coloca a frente de todas as outras opções, mas, por outro lado, só atende os usuários de iPhone, além de ser totalmente otimizado para uso com computadores e aplicativos da Apple. Além disso, não é um serviço barato, com uma assinatura ao custo de US$100,00 por ano.

GoogleSync

sync-48x48E o que pode ser feito se você não tem um iPhone ou não quer gastar nada para enviar seus dados para a nuvem? A solução é olhar para o Grande Irmão, ou melhor, para o Google e seu serviço de sincronização de dados, o GoogleSync.

O GoogleSync não é uma solução tão elegante quanto o MobileMe e funciona de formas distintas em cada plataforma. Em smartphones S60, por exemplo, ele deve ser configurado como um servidor Exchange. O único requisito é a instalação de um aplicativo gratuito fornecido pela Nokia, o Mail for Exchange (vários modelos mais recentes já saem de fábrica com ele). No site do GoogleSync estão disponíveis instruções detalhadas sobre como configurar o serviço. A única limitação em celulares S60 é que apenas os eventos do calendário principal de sua conta no Google podem ser sincronizados, o que não chega a ser um problema sério considerando que o S60 não permite a criação de múltiplos calendários.

GoogleSync Blackberry Client

GoogleSync Blackberry Client

O serviço também funciona muito bem com o Blackberry. Neste caso, é preciso instalar um aplicativo fornecido pelo Google, o GoogleSync Blackberry Client. A instalação do cliente deve ser feita a partir do próprio smartphone, apontando o navegador para a página inicial do serviço (se você estiver lendo isto em um Blackberry, basta selecionar o link e você será levado para a página de download). Após a instalação, a sincronização ocorre automaticamente, qualquer evento ou contato criado ou editado no smartphone ou no Gmail e Google Calendar são atualizados em tempo real. Opcionalmente, o usuário pode optar pela sincronização manual, já que a opção “GoogleSync” passa a fazer parte dos menus do Blackberry.

Ao contrário do que ocorre com o S60, o GoogleSync para Blackberry permite ao usuário escolher quais os calendários de sua conta no Google ele deseja sincronizar. Entretanto, como o Blackberry também não trabalha com calendários múltiplos em uma determinada conta, todas as entradas serão apresentadas simultaneamente. Além disso, os eventos criados no smartphone serão sincronizados apenas com o calendário principal da conta no Google. Se o usuário desejar criar um evento em outro calendário, ele pode fazê-lo no Blackberry, mas deverá movê-lo manualmente no site do Google Calendar.

Em outras plataformas, o funcionamento do GoogleSync é similar ao que ocorre com o S60, ou seja, ele deve ser configurado como um servidor Exchange. No iPhone, ele se mostra uma ótima opção ao MobileMe pois permite a sincronização de múltiplos calendários (até 5 no OS 2.2 e até 25 no OS 3.0). No Windows Mobile ele também funciona razoavelmente bem, mas ainda é a plataforma onde a sincronização é mais instável e alguns dados podem se perder. Antes de testar o serviço, em qualquer plataforma, o usuário deve fazer uma cópia de todos os seus dados usando os métodos de backup fornecidos pelos fabricantes.

BusySync

BusySync

Pessoalmente, gosto da forma como o GoogleSync funciona no Blackberry, é transparente e funcional. Entretanto, como sempre usei o MobileMe como central para todos os meus dados pessoais, o Google era mais uma curiosidade. Seria trabalhoso demais manter duas contas diferentes atualizadas com as mesmas informações. Isso até descobrir um aplicativo chamado BusySync, que sincroniza automaticamente os eventos do iCal com o Google Calendar. Com ele, todos os calendários normalmente sincronizados com o MobileMe passam a ser sincronizados automaticamente com o Google Calendar. Dessa forma, posso editar os eventos onde quiser: no Mac, no iPhone, no BlackBerry, no site do MobileMe ou no Google Calendar. Qualquer alteração será refletida em todos os outros lugares, é a nuvem funcionando a todo vapor. Até mesmo os calendários criados no MobileMe são transpostos para o Google Calendar e vice-versa. Tudo pode ser configurado com grande facilidade.

Graças ao BusySync, hoje separo meus calendários em dois grandes grupos. Os pessoais, aos quais só eu tenho acesso, ficam baseados no MobileMe e sincronizados com o Google Calendar. Já os calendários profissionais, que costumo compartilhar com alunos e colegas de trabalho, ficam sediados no Google Calendar para facilitar o compartilhamento, mas são sincronizados com o MobileMe dinamicamente via BusySync. Ao consultar os eventos nos meus dispositivos móveis, não preciso saber a que serviço cada calendário pertence, todos são exibidos simultaneamente.

Preferências do Address Book

Preferências do Address Book

O BusySync, no entanto, só sincroniza calendários. Para manter os contatos sincronizados com uma conta no GMail, o procedimento é simples, já que, desde a versão 10.5.3, o Mac OS X faz isso automaticamente, bastando selecionar a opção “Syncronize with Google” nas preferências do Address Book. Assim, da mesma forma que os eventos cadastrados são exibidos em todos os meus equipamentos, os contatos também são sincronizados automaticamente.

Nokia Ovi

O terceiro serviço que uso, mais para testes do que para meu dia-a-dia, é o Nokia Ovi, um portal que agrega uma gama bastante variada de serviços: email, catálogo de endereços, calendário, lista de tarefas, bloco de notas, mapas, lojas de músicas e aplicativos, jogos, disco virtual e central de fotos e vídeos. Comparado com os outros, o Ovi é o mais completo, mas, por outro lado, é também o mais isolado. Os dados armazenados no Ovi podem ser sincronizados facilmente com smartphones da Nokia, mas não há como sincronizá-los com outros serviços. Para quem quer uma forma simples de sincronizar os dados de seu Nokia com a nuvem e poder acessar esses dados de qualquer lugar, é uma opção muito interessante. Mas para quem já usa algum outro serviço, migrar para o Ovi pode não ser a melhor opção.

Nokia Ovi

Nokia Ovi

A configuração do smartphone para sincronizar com o Ovi é muito simples. Após a criação de uma conta no site do serviço, o usuário seleciona o modelo de seu aparelho e informa o número de seu celular. Uma mensagem com o link para download das configurações será enviado para o celular via SMS. Uma vez configurada, a sincronização pode ser feita automaticamente ou manualmente, conforme a escolha do usuário.

Ovi Contacts

Ovi Contacts

Assim como ocorre com o MobileMe e o iPhone, o Ovi sincroniza todas as informações dos contatos, incluindo as fotografias. O mesmo vale para eventos e tarefas do calendário e anotações do bloco de notas do smartphone. Umas vez sincronizados, os dados ficam disponíveis para consulta no website do serviço e podem ser transferidos para outros aparelhos, caso o usuário possua mais de um smartphone da Nokia.

Ovi Calendar

Ovi Calendar

Como usuário do MobileMe, estou acostumado a usar o disco virtual oferecido pela Apple junto com o serviço. Assim, nunca senti necessidade de outros discos virtuais, até conhecer o Ovi Files. Mais que um disco virtual, o Ovi Files é um portal de acesso aos arquivos armazenados em seu computador. E como meus Macs sincronizam arquivos automaticamente com o iDisk do MobileMe, através do Ovi Files tenho acesso a esses mesmos arquivos a partir de meus smartphones de um modo ainda mais eficiente do que atualmente é possível com o próprio iPhone. A Apple prometeu um aplicativo para acesso direto ao conteúdo do iDisk, mas até o momento ainda não está disponível.

Ovi Files em um Nokia 5800

Ovi Files em um Nokia 5800

Para usar o Ovi Files, é preciso instalar um aplicativo específico no computador, o Ovi Files Connector, disponível para Mac e Windows. Ele fará a ponte entre a web e os arquivos armazenados em seu computador e também permite o acesso ao disco virtual oferecido pela Nokia (Files Anywhere).

No smartphone, o acesso é feito via browser, ou através de um widget especial que pode ser baixado diretamente do site do serviço. Para visualizar os arquivos é preciso ter no smartphone programas capazes de abrí-los, como pacotes Office, visualizadores de PDFs, etc. Existem vários disponíveis para a plataforma, o que torna o serviço algo bastante versátil.

Independente da plataforma ou serviço utilizado, a computação em nuvem é uma opção muito interessante para realizar o backup dos dados de um smartphone. As vantagens sobre as soluções convencionais são inúmeras, incluindo a sincronização em tempo real e a possibilidade de migração dos dados para outros aparelhos, algo muito útil quando um usuário troca de celular.

Neste artigo, destaquei as soluções que uso em meu dia-a-dia como exemplo. Fica aqui a dica para que explorem o conceito, testem estes e outros serviços. E não deixem de trazer seus comentários, gostaria muito de saber como vocês lidam com as informações disponíveis em seus dispositivos móveis!

Anúncios

Uma resposta para Backup dos dados de seu celular: mande tudo para a nuvem

  1. 

    não sabia que estavas com um blog!! engraçado, acabei de voltar para este formato por conta do doc, também!!
    aproveitando, como vc conseguiu colocar a nuvem de tags neste tamanho bacaninha? eu tentei acertar a do ciberfolio.net, mas não estou obtendo sucesso. já fiz o que o camarada manda aqui, mas dá erro: http://www.orzeszek.org/blog/2009/06/11/change-the-tag-cloud-font-size-in-wordpress-2-8/
    beijos, parabéns, vou visitá-lo aqui também 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s