Arquivos para geral

Para facilitar a vida de meus poucos, mas fiéis leitores, comprei um novo domínio para redirecionar a este blog. Quem achava o endereço “indistinguivel.wordpress.com” muito complexo, pode, a partir de agora, usar o novo:

indist.com

Bem menor, creio que isso facilitará a vida de quem quiser simplesmente acessar o blog ou até adicioná-lo aos seus favoritos.

De qualquer forma, o endereço original continua valendo.

O Guicolândia agora é um planeta! A partir de agora, os posts deste que aqui vos escreve poderão ser lidos pelos que frenquentam o blog editado por alguns dos professores mais geeks do Departamento de Design da PUC-Rio. Recomendo a visita!

Acabo de me queimar tomando café.” – 32 caracteres

Estou preso no trânsito, certamente vou chegar atrasado hoje!” – 61 caracteres

Não acredito! Está faltando luz e fiquei preso dentro do elevador! Só faltava essa para completar meu dia.” – 106 caracteres

De quantos caracteres precisamos para mandar uma mensagem coerente para alguém? E para várias pessoas? E para ninguém em especial? Para Evan Williams, criador do Twitter, 140 é um número suficiente.

Com exceção de alguns poucos eremitas tecnológicos vivendo em ilhas desprovidas de qualquer forma de comunicação com o resto do mundo, todos já ouviram falar do Twitter. Descrevê-lo não é complicado: trata-se de uma ferramenta de micro-blogging, um local onde qualquer um pode escrever curtas mensagens de texto com até 140 caracteres para um grupo de seguidores. Até aí, tudo bem, o problema aparece quando tentamos responder a uma simples pergunta: para que serve isso? A resposta não é tão simples quanto poderia parecer (sei que muitos responderiam “para nada, é só um modismo, uma futilidade”). Vamos liberar nossas mentes para uma viagem filosófica e tentar vislumbrar o que ferramentas como o Twitter podem representar para o nosso futuro.

Continue lendo…

Este não é exatamente meu primeiro blog, ele está mais para “a primeira tentativa séria de manter um blog”, o que, na prática, significa que andei escrevendo pequenos artigos em outros lugares.

Antes de optar pelo WordPress, fiz uma breve experiência com o Vox quando precisei avaliar a integração de alguns smartphones com os sistemas de blogs. O Vox se mostrou uma boa opção naquela época pois era muito bem suportado pela série S60 da Nokia, que usei como plataforma para minha “experiência”.

Entretanto, cheguei a pensar que poderia migrar meus artigos antigos para este blog, mas não consegui descobrir uma forma. Admito que não pesquisei muito, até porque os assuntos lá discutidos estão ficando antigos, e, assim, acho que o mais prático a fazer é simplesmente deixar aqui o link para o que hoje chamo de meu “pré-blog”: http://indistinguivel.vox.com.

Todos estão convidados a dar uma passadinha por lá…

Qualquer tecnologia avançada o suficiente é indistinguível da magia.

O título deste blog é uma referência direta a esta citação de Arthur C. Clarke, um dos mais conhecidos autores de ficção científica. Para Clarke, nosso espanto com o inexplicável é conseqüência de nossas próprias limitações e não de uma impossibilidade tecnológica.

Este blog é mais um criado para discutir tecnologia. Entretanto, o que pretendo mostrar aqui é apenas o ponto de vista de um simples usuário que gosta de se manter informado sobre o que está sendo desenvolvido por aí. Não pretendo bombardear vocês com termos técnicos e explicações científicas, tudo o que quero é conversar sobre como as tecnologias digitais podem ajudar ou atrapalhar nosso dia a dia.

Estamos vivendo um período de grandes mudanças. Ser contra ou favor do progresso tecnológico é irrelevante, ele está aí e seu ritmo não irá diminuir. O que devemos fazer é criticar o modo como esse progresso está ocorrendo e buscar moldá-lo de acordo com as necessidades de nossa sociedade. Para isso, devemos conhecer o que existe a nossa volta e quais os caminhos que podemos seguir a partir daqui.

Este é um blog aberto para troca de idéias e opiniões. Gostaria de contar com a ajuda de vocês para que possamos discutir os assuntos aqui apresentados de forma inteligente. Não é essa uma ótima maneira de contribuir na construção desse mundo digital?

Boas vindas a todos os visitantes, vejo vocês em breve!